Política

Deputada Leandre participa da criação da Frente Parlamentar Mista dos Consórcios Públicos

A parlamentar destaca a importância da parceria nos atendimentos de saúde de média complexidade e pede apoio do governo para implantação do sistema associativo
Leandre na cerimônia no Salão Verde da Câmara dos Deputados, durante a criação da Frente Parlamentar Mista (Foto: Divulgação)

m uma cerimônia no Salão Verde da Câmara dos Deputados, a deputada federal Leandre Dal Ponte (PV-PR) participou, na quarta (25), da criação da Frente Parlamentar Mista dos Consórcios Públicos. O objetivo do colegiado será defender apartidariamente os interesses dos consórcios públicos intermunicipais, com fortalecimento dos consórcios existentes e formação de novos entes. A frente já nasce forte, com a participação de 259 deputados e oito senadores. O grupo será coordenado pelo deputado Geninho Zuliani (DEM-SP).

Em seu pronunciamento, durante a solenidade de instalação da nova frente, a deputada Leandre destacou a importância dos consórcios públicos intermunicipais nos atendimentos de saúde de média complexidade no Paraná e no Brasil, como exames médicos e cirurgias eletivas.

Participação

Ela enfatizou a importância dos consórcios para os atendimentos em saúde, mas ponderou a participação e responsabilidade quase que exclusiva dos municípios no financiamento destes atendimentos. Leandre aproveitou para cobrar uma maior participação da federação e dos estados no repasse de verbas para os consórcios intermunicipais de saúde.

Um estudo feito pela Rede Nacional de Consórcios, junto com a Associação de Consórcios do Estado do Paraná, apontou que, na média, os consórcios de saúde paranaense são financiados, 87% pelos municípios, 12% pela União, e 1% pelo Estado. Atualmente, existem 25 consórcios de saúde funcionando só no Estado do Paraná.

Frentes Parlamentares

Frentes Parlamentares são associações suprapartidárias criadas para debater determinado tema de interesse da sociedade. Para que seja constituída, a frente parlamentar deve registrar um requerimento, contendo composição de, pelo menos, um terço de membros do Poder Legislativo, indicação do nome da frente e responsável por prestar as informações.